O Confiança está rebaixado para a Série C do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, 20, o Dragão do Bairro Industrial perdeu por 1 a 0 para a Ponte Preta, com gol de Moisés, e deu adeus às chances de permanência na Série B. Além do rebaixamento, o resultado de hoje também garantiu a permanência da Macaca na segundona.

O jogo, de forma geral, foi aquilo que se esperava. O Confiança com uma postura um pouco mais “desesperada”, tentando marcar a qualquer custo para permanecer vivo, e a Ponte mais contida. Os alvinegros, em uma posição mais tranquila na luta contra a degola e fora de casa, não precisavam se expor.

Isso resultou um cenário desfavorável para os azulinos. Apesar de terem tido volume e criado chances, não foi o suficiente para vencer. E não apenas isso, a necessidade por um gol gerou espaços na defesa, e foi aí que a Macaca obteve o que precisava. Moisés, que até a última rodada não marcava há 13 jogos, fez seu segundo gol consecutivo, chegou aos sete na Série B, salvou a Ponte do rebaixamento e decretou o descenso do Confiança.

Primeiro turno ruim pesou

Apesar de ter mostrado indícios de que poderia se salvar, o Gigante Operário falhou na sua missão. Ainda que com a melhora considerável após a chegada de Luizinho Lopes, o péssimo desempenho no primeiro turno contribuiu para o desfecho final. O Confiança chegou a ter uma das melhores campanhas da segunda etapa da Série B, mas o começo repleto de derrotas pesou na pontuação.

Agenda

Na última rodada, os proletários viajam para o Pará, onde enfrentam o Remo. A partida não vale nada para o Dragão, mas pode definir a permanência ou rebaixamento dos paraenses.

Próxima temporada

De volta para Série C depois de duas temporadas na segunda divisão, o Confiança não terá vida fácil. Devido ao desempenho muito abaixo em todas as competições de 2021, o calendário será enxuto. Sem Copa do Brasil, Copa do Nordeste e a alta cota televisiva da Série B, os sergipanos precisarão de muita organização financeira para a situação não degringolar.

Além de precisar ir bem no Campeonato Sergipano de 2022 para voltar a ter calendário em 2023, o Dragão também não terá muito dinheiro em caixa para montar um time competitivo na Série C. Ainda que seja cedo falar, a briga dos azulinos deverá ser por permanência na terceirona.

Foto: Lucas Almeida/AD Confiança