SES confirma mais 46 casos de Influenza A H3N2 em Sergipe e alerta sobre cuidado com crianças e idosos

No total são 52 casos confirmados em dez municípios, sendo a maioria em Itabaianinha.

No último domingo, 19, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) anunciou que mais 46 casos do vírus Influenza A H3N2 foram registrados em Sergipe, sendo que Itabaianinha, onde começou o surto, tem o maior número de casos.

Os 46 novos casos foram registrados nos seguintes municípios: Boquim (01), Capela (01), Gararu (01), Graccho Cardoso (01), Itabaianinha (30), Nossa Senhora do Socorro (03), Riachão do Dantas (01), São Cristóvão (06) e Siriri (01).

Na semana passada já haviam sido confirmados pela Secretaria, um caso em Aracaju e cinco em Itabaianinha. Todas as confirmações levaram em conta as análises feitas pelo Laboratório Central (Lacen).

Assim que foram confirmados os primeiros casos, a SES emitiu um alerta epidemiológico aos municípios sergipanos, para que algumas medidas de prevenção e cuidados sejam adotadas pela população, principalmente, pelas crianças e idosos.

 “A SES reforça a necessidade de adoção de medidas comprovadamente eficazes na redução de risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, como o vírus da gripe: Lavar as mãos com água e sabão ou com álcool em gel; evitar aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados; e o uso de máscara”, informou a Secretaria.

Os principais sintomas da Influenza A H3N2 são: febre alta, dores nas articulações, tosse, inflamação na garganta e fortes dores de cabeça, os mesmos da gripe comum, podendo também haver vômito e dor de cabeça. É importante estar atento e se cuidar, a fim de evitar que o caso se agrave a uma internação.

Foto: SES