ATÉ QUANDO? Após acidente fatal, quebra-molas são sinalizados na 235. Mãe de Bianca fala da dor de perder a filha

A equipe da TV Itnet esteve em Areia Branca e ouviu a mãe da jovem Bianca e também moradores do município.

Na semana passada, a população do Agreste se entristeceu com a morte da jovem Maria Bianca, de apenas 17 anos, vítima de um acidente de trânsito na BR-235, em Areia Branca, sua cidade natal. O pai dela continua internado em estado grave.

O acidente envolvendo o veículo que Maria Bianca estava ocorreu quando outro veículo foi passar por um quebra-molas não sinalizado. Outras pessoas já haviam se envolvido em acidentes na localidade, justamente pela falta de sinalização no redutor de velocidade.

Dias após o acidente, as equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) pintaram os quebra-molas da BR-235. Até quando será assim? A população está indignada, pois já havia feito diversas cobranças, mas algo só foi feito após um acidente fatal, após uma jovem cheia de sonhos ter a vida interrompida.

A equipe da TV Itnet esteve em Areia Branca na última terça-feira, 04, e ouviu a mãe da jovem Bianca e também moradores do município, que estão indignados.

“Minha filha era um anjo, uma menina estudiosa, cheia de sonhos, estava com uns projetos numa agência de modelos em Salvador. O sonho dela era brilhar, onde passava, ela só deixava alegria”, disse a mãe de Maria Bianca.

Assista a reportagem na íntegra, exibida no Itnet Notícias: