Itabaiana foi o terceiro município sergipano que mais reduziu homicídios em 2021

Em 2020, o município teve o registro de 51 assassinatos; no último ano foram 37 casos.

 A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) divulgou um levantamento sobre a redução dos homicídios no ano passado no estado. 43 municípios tiveram queda e Itabaiana foi o terceiro, atrás apenas de Aracaju e Nossa Senhora do Socorro.

Em 2020, Itabaiana teve o registro de 51 assassinatos; já em 2021 foram 37 casos, 14 a menos, uma diminuição de quase 28%, em relação ao ano anterior. Vale lembrar que o ano de 2020 já havia passado por uma redução em relação a 2019.

Itabaiana já esteve entre as cidades sergipanas que mais registraram homicídios, tendo terminado anos com mais de 120 casos deste tipo de crime.

A queda leva em conta diversos fatores, o principal deles é o trabalho conjunto entre as forças policiais, mais de perto, a Polícia Militar, na prevenção e trabalho ostensivo nas ruas e a Civil, investigando e elucidando casos, para dar uma resposta à sociedade e colocar os criminosos na cadeia.

No caso de Aracaju, a diminuição foi de 196 casos, em 2020, para 155, em 2021. Já em Nossa Senhora do Socorro, os homicídios reduziram de 103 casos para 64.

Os dados apresentados foram coletados pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEACrim), da SSP e auxiliam a segurança pública de Sergipe a traçar novas ações, neste ano.

“Tivemos um importante marco que é a redução consecutiva dos homicídios em cinco anos em nosso estado. E esses dados nos ajudam a implementar novas ações de policiamento ostensivo, de investigações e de operações para que continuemos no trabalho diário de preservar vidas em Sergipe”, enfatizou João Eloy, Secretário de Segurança Pública.

Os outros 40 municípios que tiveram redução de homicídios em Sergipe foram: Brejo Grande, Lagarto, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora das Dores, Japaratuba, Estância, Ribeirópolis, Umbaúba, Canindé de São Francisco, Cristinápolis, Neópolis, Nossa Senhora da Glória, Poço Redondo, Simão Dias, Ilha das Flores, Itabaianinha, Laranjeiras, Pacatuba, Porto da Folha, Siriri, Tomar do Geru, Pirambu, Propriá, Riachuelo, Santa Rosa de Lima, Carmópolis, Feira Nova, Frei Paulo, Graccho Cardoso, Itabi, Pedrinhas, Tobias Barreto, Cedro de São João, Itaporanga D’Ajuda, Malhada dos Bois, Moita Bonita, Pedra Mole, Pinhão, Santana de São Francisco e São Francisco.

Aquidabã, Boquim, Campo do Brito, General Maynard, Monte Alegre, Rosário do Catete, Santa Luzia do Itanhy, São Cristóvão e Telha mantiveram uma estabilidade.

Imagem ilustrativa