Justiça de Itabaiana decreta quebra do sigilo bancário de Diego Costa, na Espanha

O objetivo é descobrir a real ligação entre o jogador e a empresa de apostas EsporteNet, suspeita de evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

O jogador Diego Costa, nascido em Lagarto e naturalizado na Espanha, mais uma vez é alvo da Justiça. De acordo com o Blog da Gabriela Moreira, vinculado ao Globo Esporte, a Justiça de Itabaiana decretou a quebra do sigilo bancário do jogador, na Espanha.

“A determinação atendeu a um pedido da Polícia Federal do estado, depois que o atleta não conseguiu explicar, na visão dos investigadores, sua relação com a empresa Esportenet, investigada pela operação Distração por suspeita de evasão de divisas e lavagem de dinheiro”, diz a notícia do blog.

O pedido da quebra de sigilo já está em tramitação internacional, mas ainda não tem prazo de resposta.

No fim do ano passado, em desdobramento à Operação Distração, Diego Costa depôs à Polícia Federal, a fim de explicar a sua relação com o Esportenet e disse que apenas era cliente do site de apostas.

Segundo a notícia, “Diego disse que sua relação era como consumidor (no entanto, não soube informar qual era seu login e senha usados para acessar o serviço). Na visão da PF, a dinâmica das movimentações financeiras entre Diego e integrantes do grupo mostra um volume de transferências incompatível com esta versão”.

Os investigadores querem descobrir se Diego Costa atua como financiador da empresa de apostas, com sede em Aracaju, mesmo ele tendo negado essa relação.

No momento, Diego Costa está sem time,após ter deixado o Atlético Mineiro. Novas informações serão adicionadas nesta matéria, assim que surgirem.