Cobrança da taxa de esgoto em Itabaiana poderá ser suspensa pela Deso, durante quatro meses. Entenda

Vereadores e a diretoria da Deso participaram na última terça, 22, de uma nova audiência de conciliação.

Uma luz no fim do túnel à população de Itabaiana: talvez a Deso suspenda pelo período de quatro meses, a cobrança da taxa de esgoto, que é de 80%, na cidade serrana.

Os 14 vereadores de Itabaiana e a diretoria da Deso participaram na última terça, 22, de uma nova audiência de conciliação, no Fórum Maurício Graccho Cardoso e ficou definido que a diretoria vai analisar a proposta da suspensão temporária.

De acordo com Marcos Oliveira, presidente da Câmara de Vereadores, os parlamentares fizeram um requerimento pedindo a suspensão da taxa por quatro meses até que a Deso identifique todos os moradores de baixa renda, visto que, no momento, a cobrança está sendo feita sem distinção e quem é de baixa acaba sendo ainda mais prejudicado.

“Inclusive eles (Deso) reconheceram que estão cobrando de maneira indistinta aos moradores de baixa renda e a diretoria se comprometeu a analisar a proposta da suspensão, enquanto todos os moradores de baixa renda são identificados pela Deso”, completou o veredor.

Em breve, uma resposta deve ser dada, sinalizando a suspensão temporária da taxa que está tirando o sossego da população, ou não.