Funcionário dos Correios é afastado do cargo após PF investigar desvio de encomendas

As encomendas deveriam chegar numa grande joalheria na capital sergipana, mas eram desviadas.

Nesta terça-feira, 08, a Polícia Federal em Sergipe deflagrou a “Operação joia rara”, para investigar um esquema ilegal de desvio de encomendas, que tinham como destino uma grande joalheria de Aracaju.

As encomendas eram enviadas através dos Correios e um funcionário da empresa foi afastado de suas atividades, pois conforme as investigações é o suspeito de desviar as encomendas, que não chegavam ao seu destino, que justamente era a joalheria.

“Os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão, expedidos pela 3ª Vara da Justiça Federal. A ação é resultado do desdobramento de informações fornecidas previamente pela Estatal, em um trabalho conjunto com a Polícia Federal em Sergipe”, informou a PF.

O homem investigado, que foi afastado de suas funções públicas, pode responder pelo crime de Peculato, com pena prevista de dois a 12 anos.

Foto: PF/SE