Chesf começa a reduzir vazão da Usina Hidrelétrica de Xingó

Conforme a Companhia, a vazão será reduzida gradativamente.

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) começou a reduzir a vazão da Usina Hidrelétrica de Xingó, localizada no município sergipano de Canindé e que utiliza as águas do Rio São Francisco.

Esta é a primeira vez da redução da vazão, desde que foi elevada para 4.000 m³/s, por conta das fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nos últimos meses e encheram o São Francisco.

Desde o domingo, 20, a vazão está em 3.000 m³/s e continuará sendo reduzida gradativamente; na quinta, 24, a vazão estará em 2.000 m³/s.

A Chesf ainda chamou a atenção para a importância da não ocupação das áreas no leito do Rio São Francisco, haja visto o eventual aumento no nível do rio, durante o período úmido.

A Companhia salientou ainda que o aumento da vazão poderá voltar a ocorrer de acordo com a necessidade da geração de energia ou a alteração dos volumes pluviométricos nas regiões.