Troca Ministerial: confira quem deixou o cargo com possibilidade de disputar as eleições e quem assume

Oito Ministros e a Secretária do Governo pediram exoneração do cargo e foram substituídos.

Na última quinta-feira, 31, o presidente Jair Bolsonaro deu posse aos seus novos ministros, após alguns pedidos de exoneração, com possibilidade de se candidatarem a cargos públicos nas eleições deste ano.

No total, oito ministros e a secretário do Governo pediram a exoneração.

Foram eles:

-João Roma, Ministro da Cidadania, substituído por Ronaldo Vieira Bento;

-Tarcísio de Freitas, Ministro da Infraestrutura, substituído por Marcelo Sampaio;

-Damares Alves, Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, substituída por Cristiane Britto;

-Marcos Pontes, Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, substituído por Paulo Alvim;

-Onyx Lorenzoni, Ministro do Trabalho e Previdência, substituído por José Carlos Oliveira;

-Tereza Cristina, Ministra da Agricultura, substituída por Marcos Montes;

-Rogério Marinho, Ministro do Desenvolvimento Regional, substituído por Daniel de Oliveira;

-Gilson Machado, Ministro do Turismo, substituído por Carlos Brito;

-Flávia Arruda, Secretária do Governo, substituída por Célio Faria Junior.

Durante a posse, Bolsonaro agradeceu aos ministros que deixaram os cargos e desejou boa sorte aos novos ocupantes das pastas.

“Até perguntei: vocês têm certeza dessa decisão de assumir? Porque não é fácil, serão olhados com lupa”, disse Bolsonaro, sobre a conversa que teve com os ministros que pediram exoneração.

Foto: Agência Brasil