Um dos mortos em confronto durante operação do Denarc pretendia matar uma mulher hoje

De acordo com a Polícia Civil, no celular dele foram encontradas conversas sobre o planejamento do crime.

A Polícia Civil divulgou a pouco que Josenito Bispo dos Santos Filho, conhecido como “Azul”, um dos mortos em confronto durante operação do Denarc, em Aracaju, na manhã de hoje, 13, se preparava para cometer um homicídio nesta tarde; a vítima seria uma mulher.

“De acordo com informações policiais, com autorização judicial, no telefone celular dele foram encontradas conversas que mostraram que o investigado se preparava para praticar o homicídio de uma mulher. A polícia procura saber a motivação do possível homicídio que seria praticado hoje pelo criminoso”, informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP/SE).

Além de Josenito, outro suspeito investigado pelo Denarc também morreu em confronto e quatro mulheres foram presas.

Denominada Toque de Liberdade, a operação da Polícia Civil foi deflagrada com o intuito de combater o tráfico de drogas na região do Conjunto Bugio, em Aracaju. As equipes apreenderam drogas, arma de fogo, celulares e documentos.

Foto: SSP/SE