Confira novas informações sobre a operação policial que resultou na morte de Nissinho Boiadeiro

A PC recebeu a informação de que na chácara dele chegaria uma carga de armas de fogo e drogas.

A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) divulgou novas informações sobre a operação realizada na manhã desta segunda-feira, 18, em Itabaiana, que resultou na morte de Elenilson Correa Costa, o Nissinho Boiadeiro, após troca de tiros com os policiais.

Conforme a SSP, a Polícia Civil, responsável pelas investigações recebeu a informação de que na chácara de Nissinho, às margens da BR-235 chegaria uma carga de armas de fogo e drogas e por conta disso foi deflagrada a operação, juntamente com a Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac), para cumprimento de mandado de busca e apreensão.

“Assim que chegamos no local, fomos recebidos com dezenas de disparos de espingarda calibre 12”, detalhou o delegado Wilkson Vasco, do Departamento de Narcóticos (Denarc). Dois policiais civis foram atingidos na intensa troca de tiros, mas não tem risco de morte.

De acordo com a SSP, Nissinho já havia sido condenado por porte e posse ilegal de arma de fogo, além de ser investigado por receptação, roubo majorado e associação criminosa. “Pela Polícia Federal, ele respondia por assalto a bancos, roubo de carro, porte ilegal de arma, falsidade ideológica e formação de quadrilha”, completou a Secretaria.

Nissinho, que era bastante conhecido em Itabaiana era proprietário de uma loja de artigos de couro, situada na Rua São Paulo, no Centro da cidade serrana.

Confira o que disse o delegado Wilkson Vasco: