Três suspeitos morrem em confronto, mulher é presa e adolescente apreendido em operação policial

O objetivo da operação é desarticular um grupo criminoso que praticava crimes no interior de Sergipe e da Bahia.

Nesta quarta-feira, 20, a Polícia de Sergipe deflagrou a Operação Família Colômbia, contra um grupo criminoso suspeito de atuar no interior sergipano e baiano. Três suspeitos morreram em confronto, uma mulher foi presa e um adolescente apreendido.

As investigações tiveram início no ano passado e foram conduzidas pela delegacia de Poço Verde, uma das principais cidades onde o grupo criminoso agia.

“A investigação começou com uma abordagem de receptação e conseguimos informações importantes, onde descobrimos uma organização criminosa. O grupo estava crescendo e era chefiado por Luís Carlos, que está preso no Presídio de Paulo Afonso (BA), condenado a mais de 50 anos, mas que continuava dando ordens ao crime”, detalhou o delegado Claudio Feitosa.

Conforme a PC, o grupo atuava na cidade sergipana de Poço Verde e nas baianas: Antas, Fátima, Heliópolis, Jeremoabo e Coronel João Sá. O grupo também tentava entrar em Simão Dias e Carira (SE).

Ainda segundo a polícia, o grupo criminoso é responsável por crimes de tráfico de drogas e homicídios no interior dos dois estados.

“Morreram em confronto com as equipes: Alexandre dos Santos Brito, o “Negão”, gerente e comandante do grupo fora do presídio; João Marcos de Jesus Santis, braço armado que executava assaltos e Wallison Rodrigues de Souxa, o “Zexinho”, sucessor de outro investigado que morreu no mês passado em Simão Dias, e também braço armado. Wallison Rodrigues também respondia por feminicídio”, completou a PC.

Durante a operação foram apreendidos meio quilo de maconha, meio quilo de cocaína, três revólveres e uma arma calibre 12 de fabricação caseira.

A ação policial contou com a participação das seguintes unidades civis e militares: Divisão de Crimes Contra o Patrimônio de Itabaiana (Depatri), Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci), Delegacia Regional de Tobias Barreto, Departamento de Narcóticos (Denarc) de Aracaju e Lagarto, Delegacia Regional de Propriá, Polícia Civil da Bahia, Comando de Policiamento Militar do Interior (CPMI), Força Tática do 11º BPM, 2ª Companhia do 11º BPM e 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM).

Foto: SSP/SE