Secretaria da Saúde alerta população sobre o aumento dos casos de dengue, chikungunya e zika em Sergipe

Conforme o mesmo período em análise do ano passado, os casos das três doenças tiveram aumento no estado.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) emitiu um alerta à população, após o último boletim epidemiológico apontar o aumento dos casos de dengue, chikungunya e zika, todos transmitidos pelo Aedes Aegypti, em Sergipe, de janeiro a abril, em comparação ao mesmo período do ano passado.

De 02 de janeiro a 02 de abril, conforme o boletim divulgado pela SES foram confirmados 84 casos de dengue, 451 de chikungunya e 13 casos de Zika. Neste mesmo período, no ano passado foram 62 confirmações para dengue, 270 casos de chikungunya e 08 confirmações de casos de zika.

“Verificamos que houve um aumento de casos confirmados das três arboviroses em relação ao mesmo período do ano passado. 35,4% nos casos de Dengue, 67% de Chikungunya e 62,2% com relação à Zika”, explicou o gerente do Núcleo de Endemias da Secretaria de Estado da Saúde, Sidney Sá.

Ainda de acordo com o boletim, Aracaju registra o maior número de casos de dengue e chikungunya e o município de Capela, de casos de zika.

A SES recomenda que a população adote as medidas necessárias para evitar o desenvolvimento do mosquito Aedes Aegypti, principalmente, evitar ambientes com água parada, como reservatórios e vasos de plantas.