“Nós estamos tranquilos e vamos andar com nossa pré-candidatura”, diz Valmir, sobre possível inelegibilidade

O assunto em questão faz referência a uma decisão de 2019, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que cabe recurso.

O pré-candidato ao Governo, Valmir de Francisquinho (PL) segue sendo o assunto mais comentado de Sergipe. Hoje, o destaque é para um áudio de Valmir dizendo que está inelegível às eleições deste ano.

ENTENDA:

O áudio de Valmir foi enviado para um apoiador, do município de Propriá e começou a circular por meio das redes sociais. Nele, Valmir fala sobre possível inelegibilidade e diz que está buscando reverter a decisão, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Hoje, durante entrevista a Narcizo Machado, na Fan FM, Valmir falou sobre o assunto e disse que continua na disputa, mesmo com os adversários trabalhando contra.

“Nós estamos tranquilos e vamos andar com nossa pré-candidatura. A legislação é clara. A decisão cabe recurso; o advogado eleitoral tem nos garantido que não tem inelegibilidade”, afirmou Valmir.

DECISÃO EM QUESTÃO:

O assunto em questão faz referência a uma decisão de 2019, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que cabe recurso.

Valmir e seu filho Talysson Costa, deputado estadual foram condenados, por abuso de poder e uso da máquina administrativa, da Prefeitura de Itabaiana, nas eleições de 2018; na época, Valmir era prefeito e Talysson, pré- candidato.

No TRE foram cinco votos a favor da condenação e dois, contra. A decisão final ficará por conta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).