Suspeito de comandar o tráfico de drogas em São Cristóvão morre em confronto na Bahia

Ele estava foragido da Justiça de Sergipe desde o ano passado, quando rompeu uma tornozeleira eletrônica.

Em ação conjunta com troca de informações entre a polícia sergipana e a baiana, José Lenaldo da Silva Júnior, conhecido como “Jegão”, foragido da Justiça de Sergipe foi localizado em Itabuna (BA) e morreu em confronto com as equipes. Ele era suspeito de comandar o tráfico de drogas em São Cristóvão.

Jegão estava foragido desde o ano passado, quando rompeu uma tornozeleira eletrônica e foi se esconder na Bahia. Ele respondia a processos criminais por homicídio e tráfico de entorpecentes e mesmo de longe tinha o comando do tráfico de drogas em São Cristóvão.

O suspeito foi localizado por policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira, da Polícia Militar da Bahia. “Ele foi abordado, porém, ao perceber a ação policial, o suspeito reagiu, disparando contra as equipes, que revidaram e o atingiram. O fugitivo veio a óbito”, informou a SSP.

A troca de informações foi feita entre o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e a Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) da Polícia Civil de Sergipe e a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte e Cacaueira, da Polícia Militar da Bahia.