Líder de facção criminosa que agia em Sergipe e na Bahia morre em confronto com a polícia

Ele fugiu do presídio cerca de uma semana após a operação desencadeada contra o grupo criminoso que ele fazia parte.

No último fim de semana, a polícia localizou em Ribeira do Pombal (BA), o líder de uma facção criminosa, que agia cometendo vários crimes nos estados de Sergipe e Bahia. Ele trocou tiros com policiais e morreu em confronto.

Luiz Carlos Santana Brito, conhecido como “Novinho” estava preso e o seu grupo criminoso foi desarticulado, durante a operação Família Colômbia, desencadeada em abril, pela Polícia Civil de Poço Verde; na ocasião, a polícia encontrou materiais ilícitos na cela que ele estava.

Ele fugiu do presídio onde estava, em Paulo Afonso (BA), cerca de uma semana após a operação desencadeada contra o grupo que ele liderava.

Posterior à fuga de Luiz, as equipes iniciaram diligências, com o intuito de chegar ao seu paradeiro e após trabalho investigativo, o homem foi localizado em Ribeira do Pombal.

“Após troca de informações, uma equipe da CIPE Nordeste, com informações oriundas da Dipol, localizou Luiz Carlos na Cidade de Ribeira do Pombal, onde o mesmo reagiu à abordagem policial, que tentava recapturá-lo, com disparos de arma de fogo. No revide foi atingido, não resistindo aos ferimentos e vindo a óbito após ser socorrido ao hospital local”, informou a SSP/SE.

O tralho investigativo e diligências contou com a colaboração de policiais da Delegacia de Poço Verde, Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol), PM/SE e equipes da Delegacia de Ribeira do Pombal/BA e Fátima/BA, SOINT, 5°BPM de Euclides da Cunha/BA e CIPE Nordeste.

Foto: redes sociais