Governo de Sergipe autoriza pavimentação dos acessos aos povoados Carrilho, Bom jardim e Barro Preto em Itabaiana

O investimento total é de R$13.493.747,77, numa extensão de 11,03, pelo Pró-Rodovias II.
Informe publicitário

Com o objetivo de proporcionar qualidade de vida, desenvolvimento, emprego e renda para a população, na última sexta-feira, o Governo do Estado deu ordens de serviço para implantação de pavimentação dos acessos aos povoados Carrilho, Bom Jardim e Barro Preto, no município de Itabaiana, Agreste sergipano. Os serviços incluem, também, iluminação ao longo das vias.

A primeira ordem de serviço aconteceu no Povoado Carrilho, um dos maiores beneficiadores de castanha de caju no Brasil.

Serão mais de R$ 5,8 milhões investidos nos 3,39 km que ligam a sede de Itabaiana ao povoado Carrilho. É um presente para o povo de Itabaiana, que vai trazer o desenvolvimento para toda região. Portanto, dinheiro garantido, do Tesouro do Estado, para ajudar os produtores da região a distribuir melhor as suas mercadorias, gerando mais emprego e renda para a população.

As obram contemplam uma extensão de 11,03 quilômetros, com investimento total de R$13.493.747,77 e fazem parte do Pró-Rodovias II. Deste total, R$ 5.859.287,91 são referentes à obra para acesso ao Povoado Carrilho, com 3,39 km.

Quando a gente fala em pavimentação, em drenagem em terraplenagem de vias, estamos falando em saúde e sem dúvida nenhuma para o transporte dos produtos seja agrícolas ou da pecuária.

Então, principalmente para o povoado Carrilho em que sua grande maioria vive do beneficiamento da castanha, com certeza, irá melhorar bastante.

Escoamento da produção

A obra vai ajudar ainda mais no desenvolvimento da economia local. O povoado Carrilho é conhecido pela produção de castanha.

São aproximadamente 400 pessoas que trabalham no beneficiamento, vinculadas à cooperativa, com uma produção que chega a 2 toneladas de castanha por mês. 80% da produção é exportada para fora do estado.

Povoado Bom Jardim

No Povoado Bom Jardim, o governador assinou ordens de serviço para os povoados Bom Jardim e Barro Preto, num investimento de R$ 7.634.459,86, compreendendo 7,64 km de extensão.

O investimento nos 7,64 km de extensão das vias será de R$ 7,6 milhões, com dinheiro em caixa garantido com recursos do tesouro estadual. Um sonho antigo destas comunidades tão tradicionais de Itabaiana, que terão mais conforto e cidadania, livres da lama e da poeira.

Agreste Central Sergipano

No trecho que é essencial na interligação entre as regiões do Agreste e Centro Sul de Sergipe, o governo do Estado está investindo por meio do Pró-Rodovias, um dos eixos do Programa de Recuperação da Economia – Avança Sergipe, na reestruturação da rodovia SE-255, no acesso ao município de Macambira, e trechos da SE-170, entre os municípios de Macambira, Campo do Brito, Lagarto e Itabaiana.

O investimento total é de cerca de R$ 25 milhões. Além de facilitar o escoamento da produção agrícola e a ligação entre os territórios Agreste Central e Centro Sul sergipanos, os investimentos em infraestrutura rodoviária contribuirão para o escoamento da produção regional, além disso, no acesso aos municípios que compõem roteiros turísticos na região, dentro do projeto da Rota da Farinha, visa ofertar turismo ecológico e de experiência nos municípios de Campo do Brito, São Domingos, Macambira e Itabaiana.

Ainda no Agreste Central, na SE-240, no trecho entre a Serra do Machado e Moita Bonita, estão sendo investidos R$ 3.143.040,82 em 5,5 km.

Quanto ao trecho da SE-240, entre Serra do Machado e Ribeirópolis, o investimento é de R$ 3.938.740,42 em 6,9 km de rodovia. Já entre o Agreste e o Médio Sertão sergipano está em andamento o trecho da SE-240, entre a Serra do Machado e o município de Dores, em um investimento de R$ 13.649.243,23 em 24,4 km.

Interligando o Agreste à Grande Aracaju, também está em execução as obras de reestruturação na rodovia que liga a BR-101(Pedra Branca/Laranjeiras) a Riachuelo e Malhador até o povoado Candeias (Moita Bonita). Os dois trechos somam 32,3 km e um investimento de R$ 17.773.700,01.