Revoltante: jovem advogada é assediada e agredida por não aceitar se relacionar com homem na Festa dos Caminhoneiros

Ele deu um murro na face da vítima, que precisou ser submetida a um procedimento cirúrgico. Caso gerou revolta nas redes sociais.

A Festa dos Caminhoneiros, maior evento do interior sergipano, por conta da sua grandiosidade e atrações, infelizmente foi palco de uma ocorrência lamentável na madrugada deste domingo, 13. Uma jovem advogada de Aracaju foi assediada e agredida por um homem não identificado. O motivo? Ela não quis “ficar”, como se diz no popular com ele.

A jovem Luciana Costa estava na Praça de Eventos aproveitando a festa junto com amigos. Um homem se aproximou dela e a convidou para dançar e “ficar” com ele, porém ela recusou, mas ele continuou insistindo e a jovem, recusando.

Em determinado momento, inconformado por ter “levado um fora”, o homem deu um murro na face dela e saiu correndo. A jovem teve o nariz quebrado, foi socorrida pela equipe médica da festa e posteriormente levada a um hospital de Aracaju, onde passou por uma cirurgia, para correção da região quebrada; ela segue hospitalizada.

O caso gerou revolta nas redes sociais e já foi comunicado às autoridades policiais. A organização da Festa dos Caminhoneiros de Itabaiana informou que as imagens do sistema de monitoramento serão disponibilizadas para ajudar na localização do homem.

Por meio de nota, a Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe (OAB/SE) prestou solidariedade à jovem advogada e informou que está acompanhando os procedimentos referentes ao caso, colocando-se à disposição no que for necessário.