Dois suspeitos morrem e quatro são presos durante operação em Ribeirópolis, Aparecida e Moita

A Operação Agreste Sem Medo foi desencadeada com o intuito de combater o tráfico de drogas em municípios da região.

Nesta quarta-feira, 15, em ação conjunta, as polícias Civil e Militar deflagraram a operação Agreste Sem Medo, com o objetivo de cumprir mandados contra investigados por tráfico de drogas em Ribeirópolis, Nossa Senhora Aparecida e Moita Bonita. Dois suspeitos morreram em confronto e quatro foram presos.

A investigação tem o comando do delegado Gregório Bezerra e no total foram expedidos quatro mandados de prisão preventiva e 12 decisões judiciais de busca e apreensão. Dentre os presos hoje, dois foram em flagrante e os outros dois, em cumprimento aos mandados expedidos.

Conforme o delegado, além do tráfico de drogas, a investigação também apurou a venda ilícita de arma de fogo e de munições, sendo que na ação, quatro armas de fogo, pinos de cocaína e maconha foram apreendidas e a prática de homicídios em disputa pelo território para a venda de drogas.

Participam da operação Agreste Sem Medo as seguintes unidades: Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci), Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), Delegacias de Itabaiana, Cristinápolis, Nossa Senhora da Glória, Propriá, Moita Bonita, Ribeirópolis e Nossa Senhora Aparecida, 3º Companhia de Ribeirópolis, Grupamento Especial Tático de Motos (Getam), 3º Batalhão da Polícia Militar (3º BPM), Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac) e Grupamento Tático Aéreo (GTA).

Foto: SSP/SE