Atacante Tcharlles projeta partida contra o Campinense e fala sobre a importância de pontuar nesse momento da Série C

Neste sábado, 18, o Confiança recebe o Campinense, na Arena Batistão, às 17h, pela 11ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Os dois times não vivem um bom momento na competição, que já está na segunda metade da primeira fase.

O Dragão abre o Z4, na 17ª colocação, e tem 10 pontos. Enquanto isso, a equipe rubro-negra está logo abaixo, na 18ª posição, com nove pontos.

O Confiança vem de um empate fora de casa por 0 a 0, contra o Figueirense. Ainda, derrotou o Botafogo-SP por 2 a 1, no Batistão, pela 9ª rodada.

Já o seu adversário, o Campinense, vem de duas derrotas seguidas: perdeu por 2 a 1 para o Manaus e foi goleado pelo Remo, por 4 a 0. Os resultados podem influenciar na postura do time durante a partida deste sábado.

Em coletiva de imprensa, o atacante Tcharlles, recém chegado ao time azulino e que marcou o gol da última vitória, projetou o confronto deste sábado. “A gente vem de dois resultados muito bons, uma vitória em casa, um empate fora, mas esperamos um jogo muito difícil. A equipe deles não está em uma situação muito boa na tabela, assim como nós. Temos que ter inteligência e paciência para resolver o jogo”.

O atleta também comentou sobre começar o confronto como titular. “A escolha é do professor, ele que sabe o que é melhor para a equipe. Ele estuda os adversários e vai nos preparar da melhor maneira”.

Com a primeira fase da Série C se aproximando do fim, o Dragão do Bairro Industrial já pensa nos próximos jogos, principalmente por se tratarem de partidas complicadas, com equipes que ocupam o topo da tabela. O atacante disse que pontuar nesse momento do Brasileirão é de extrema importância.

“Temos jogos muito difíceis fora de casa. Por isso, pontuar e vencer esses jogos em casa são de suma importância. Estamos tentando corrigir os erros dos últimos jogos. Se a gente conseguir corrigir e colocar em prática, nossa equipe pode conquistar resultados melhores”.

“Sabemos que é uma competição muito difícil, mas todo mundo do grupo está com o mesmo pensamento. Isso acaba sendo um ponto positivo”, finalizou Tcharlles.

Foto: Reprodução/ADC