ITABAIANA: a Casa das Leis e do povo é uma terra sem lei?

Acontecimentos antigos e recentes mostram que a Câmara dos Vereadores tem sido um campo de batalhas entre os agrupamentos.

A Câmara de Vereadores de Itabaiana, uma das instituições mais importantes da cidade serrana desempenha um papel fundamental de defesa dos direitos dos itabaianenses. Lá são votados e aprovados os projetos de interesse comum. A Câmara é a Casa de Leis e Casa do povo.

Porém, isso não tem sido evidenciado, visto que acontecimentos antigos e outros bastante recentes colocam a Câmara em destaque não pela defesa dos direitos da população, mas sim, pelo comportamento dos vereadores – mau comportamento.

Quem acompanha as sessões – e até mesmo quem não acompanha tem percebido que as sessões são na verdade um campo de batalhas entre vereadores dos três agrupamentos, e acima de tudo, os vereadores fazem uso da palavra para defender seu líder e criticar o líder do colega.

E essas críticas são feitas de maneira baixa e abusiva, partindo de todos os lados. A Casa das Leis e do povo é uma terra sem lei, onde se pode dizer o que quer, da forma que quer, e está tudo bem? Ninguém se importa com isso?

Não estou generalizando e dizendo que TODOS OS VEREADORES fazem isso, mas a maioria, quando usa a palavra, infelizmente tem esse discurso e o debate acaba não fluindo para o bem comum, para o que tem que ser. E a carapuça vai servir para quem tem que servir.

A população itabaianense votou para eleger representantes, reivindicadores de seus direitos na Câmara e não defensores de outros políticos, isso deve ser feito em outro local, não na CASA DO POVO. Deixarão nossa Câmara uma terra sem lei, onde falam o que quer e está tudo bem? Queremos saber!

Por Taís Cristina