Saúde Legal

Mesa do brasileiro conta hoje com menos arroz e feijão, e com mais gordura e carboidratos.

Consumo de açúcar é maior do que o de frutas e hortaliças entre os brasileiros.
por Saúde Legal
23/12/2010 20:21h

O IBGE divulgou no último dia 16 a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008-2009. Os dados são preocupantes, pois comprovam que os brasileiros consomem apenas um quarto do recomendado para frutas e hortaliças. Já o consumo de carboidratos representa 16,4% das calorias totais das famílias, algo que não deveria ultrapassar os 10%.

O consumo de gordura também chamou a atenção dos pesquisadores. Nas residências brasileiras, a gordura representa 29% das calorias totais, ou seja, quase no limite dos 30%, que é o recomendado.

Uma análise minuciosa dos dados aponta que quanto maior a renda familiar, maior o consumo de gordura e menor o de carboidratos. As teorias apontam também que quanto maior a renda familiar, maior a aquisição de produtos industrializados, ricos em gorduras, inclusive as saturadas.

A análise da evolução de consumo de produtos individualmente permite concluir que a mesa do brasileiro hoje conta com menos arroz e feijão, algo que já foi discutido nessa mesma coluna recentemente (ver artigo). A média per capita de arroz polido adquirido caiu de 24,6 kg para 14,6 kg (queda de 40,5%), enquanto a de feijão passou de 12,4 Kg para 9,1 Kg (redução de 26,4%).

A aquisição de açúcar refinado caiu de 6,1 kg per capita para 3,2 kg (redução de 48,3%). Também houve queda na aquisição de farinha de trigo (33,2%) e de mandioca (31,4%).

Entre os produtos que apresentaram maior aumento per capita estão o refrigerante de cola (39,3%), a água mineral (27,5%) e a cerveja (23,2%).

Jeferson Machado.Farmacêutico, CRF-SE: 658.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo