Opinião

O Prefeito Valmir precisa repensar, e reavaliar sua posição diante do Conselho Tutelar

O Conselho Tutelar é uma ferramenta da sociedade, e todo investimento é pouco.
por Redação do Portal Itnet
10/04/2013 09:03h

O prefeito Valmir de Francisquinho precisa repensar com carinho sua posição a respeito dos salários dos conselheiros tutelares. Todos nós lutamos contra essa maldição que cresce assustadoramente próximo das nossas famílias, que é as drogas. Todo o investimento feito para salvar e recuperar vidas não é desperdício, pelo contrário, passa a ser uma ferramenta de cooperação e de esperança, num mundo complicado como o nosso.

A notícia da redução dos salários dos conselheiros tutelares cai como um balde de água fria nesse projeto que envolve a sociedade, os líderes comunitários e um grupo de abnegados, que mesmo sendo assalariado, deixam suas residências em busca da possibilidade de poderem salvar uma vida.

Não podemos ir na contra mão da história, precisamos lutar, seja com investimentos financeiros, com repressão policial, ou com educação, que seria o caminho mais correto, para livrar as famílias desse mal. Desistimular o Conselho Tutelar é provocar o inverso do nosso pensamento, é ir de encontro a tudo que defendemos.

O prefeito pode muito bem rever a posição tomada, que vislumbrava equilibrar suas contas, mas esquece que a importância financeira não pode superar a necessidade humana.

Valmir foi eleito pela maioria, para servir os princípios da maioria da comunidade, ou seja, repensar é uma grande virtude, e não um sinal de fraqueza.

"[...] É necessário, portanto, que o príncipe que deseja manter-se aprenda a agir [...], em cada caso, conforme seja necessário [...]" (MAQUIAVEL, 2007, p.97) Trecho do livro "O príncipe."

Jamyson Machado, sempre repensando.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo