Opinião

Obras paralisadas causam prejuízo de 7% ano ao município.

Juros é legal, contratual e segue índice do INCC. Comente.
por Redação do Portal Itnet
03/07/2013 10:07h

Veja o prejuízo que uma obra paralisada causa ao município de sua cidade. Todas as obras licitadas, que foram paralisadas por algum motivo da contratante, depois que o tempo contratual acabar, terá um reajuste médio de 7% ao ano, índice calculado pelo INCC (índice nacional de construção civil).

Como normalmente essas obras são paralisadas por incompetência de gestões municipais, que não conseguem organizar as finanças e consequentemente arrecadar fundos para pagar a contrapartida do município, todo esse encargo vem para os cofres municipais.

A exemplo de Itabaiana, somente duas obras causam um prejuízo ao município de quase R$ 300.000,00 de juros, e todo esse dinheiro deverá sair dos cofres públicos municipais. Ou seja, o imposto que o cidadão paga, como IPTU, ICMS, ISS e tantos outros encargos que deveriam ser usados para garantir a infra estrutura urbana, saúde publica, educação e tantas outras necessidades da população, será usado para pagar dividendos deixado por gestores incompetentes.

Para que seja recomeçada algumas obras, é necessário além do pagamento da parcela da contrapartida do município, os cofres públicos deverão, por lei, pagar a construtora todos os juros e multas. Quem atrasou foram os gestores, mas sabem que vai pagar isso? VOCÊ.

Jamyson Machado - Cientista Social.Vá até os comentarios e poste seu comentário com o login do Facebook. 

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo