Opinião

Espírito Natalino: Pai doou órgãos do filho assassinado num gesto de amor a vida.

Em sua declaração ele sonha em ver o filho vivo em outras vidas.
por Redação do Portal Itnet
24/12/2013 08:24h

Quantas vidas nos temos? Uma? Será? E se a quantidade de nossas vidas forem a quantidade de vidas que você conseguiu ajudar? Quantas vidas nós temos?

A morte do garoto Diogo Carvalho esse fim de semana, próximo do desejo natalino de purificar a humanidade com os conceitos paz e harmonia, de amor ao próximo se contradiz com a violência praticada ao seu corpo.

Mas, um gesto comoveu não só os familiares, mas toda comunidade do Riacho Doce, o pai do garoto procurou o hospital e assinou um termo de doação dos órgãos integral, depois que soube da morte do filho. Qual sentimento o alimentou? Em suas declarações ele afirmou que seu filho continuaria vivo dentro de uma nova esfera da vida, aquela que egoisticamente não nos serve, mas que humanamente preenche a vida de tantas outras vidas.

São as nossas atitudes que demostram ao nosso redor que deveremos viver e quanto poderemos viver, entender que a vida do próximo é tão importante quanto sua própria vida ainda irá demorar umas três ou quatro visitas de um Deus aqui na terra, mas entender que podemos alimentar a vida de outras pessoas, é o suficiente para nos colocarmos em condição de seres vivos.

Nesse natal, imagine que sua dor não se aproxima da dor desse Pai, que perdeu seu filho pela ignorância humana, e mesmo assim escolhe essa mesma espécie para ajudar, porém sentado em sua em sua cadeira esqueceu de abraçar quem você ama, mas em seus relatos cobra por um mundo melhor...

Xeque-mate. Será que dá tempo jogar a próxima partida?

Desejamos a todos vocês, leitores e amigos, cidadãos e pensadores, um novo Natal, mais bonito e cheio de verdades.Jamyson Machado - Cidadão

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo