Veículos

PM divulga balanço da Operação Lei Seca Junina 2015

Segundo o comandante da CPTran, major Fábio Machado, houve um aumento do número de acidentes em comparação ao mesmo período do ano passado.
por Redação do Portal Itnet
30/06/2015 15:07h

A Polícia Militar de Sergipe e o Departamento Estadual de Trânsito de Sergipe (Detran/SE), por meio da Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran), realizou, na manhã desta terça-feira, 30, uma entrevista coletiva à imprensa para apresentação do resultado da Operação Lei Seca Junina 2015. O evento aconteceu no auditório da Companhia, localizado na sede do Detran/SE, e contou com a presença da diretora de Atendimento e Credenciamento da autarquia, Luciana Cândida Déda, e de policiais militares.

Em 2015, a Operação Lei Seca Junina ocorreu de 19 a 30 de junho e contabilizou 50 medidas administrativas e 29 prisões em flagrante, totalizando 79 condutores autuados com base no art. 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Em 2014, no mesmo período, foram registradas seis medidas administrativas e nove prisões em flagrante, somando 15 motoristas autuados na Lei Seca.

Segundo o comandante da CPTran, major Fábio Machado, houve um aumento do número de acidentes em comparação ao mesmo período do ano passado. Durante os festejos juninos de 2014, foram registrados 24 acidentes, contra 42 este ano. Já em relação ao número de vítimas lesionadas, foram contabilizadas 50 este ano, 15 a mais do que em 2014, quando ocorreram 35 registros.

O número de infrações por motivos diversos aumentou de 298 em 2014 para 473 em 2015. O índice de CNHs recolhidas também ampliou de 28 no ano passado para 87 este ano. O quantitativo de veículos apreendidos também apresentou alta, o índice passou de 80 no ano passado para 102 este ano. "O balanço da operação foi positivo porque o que deve ser levado em consideração é a preservação da vida. No período dos festejos, mesmo com a cidade lotada de turistas, não tivemos nenhuma morte, apesar do aumento do número de acidentes registrados", destacou o major Fábio Machado.

As operações aconteceram em diferentes pontos da capital e contaram com um efetivo de 20 policiais por turno, com o apoio de oito viaturas. No total, foram realizados 1.312 testes de alcoolemia. "Tivemos um aumento alarmante de infrações relacionadas à Lei Seca este ano, o que demonstra que ainda existem muitas pessoas que insistem em beber e dirigir. Há uma necessidade urgente de que os condutores se conscientizem e mudem seu comportamento. Acreditamos que a educação é a solução", finalizou o comandante da CPTran.

Fonte: Ascom Detran/SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo