Justiça

Advogado de defesa de Talyson Costa afirma que recorrerá da decisão e tranquiliza eleitores

O TRE cassou por 4 a 3 o registro de candidatura de Talyson por conduta vedada a agente público.
por Redação do Portal Itnet
19/10/2018 07:30h
Atualizado em 19/10/2018 07:33h

Na tarde de ontem, 18, o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE), por maioria de votos (4 x 3), cassou por conduta vedada a agente público, o registro/diploma de Talyson Barbosa Costa, eleito deputado estadual no último dia 07 de outubro, com 42.046 votos, pela coligação formada pelos partidos PSDB, PRB, PSC e PR.

A defesa do deputado eleito, através do advogado Fabiano Feitosa tranquiliza os eleitores que votaram em Talyson. “Nós vamos recorrer. E assim que esse pedido for protocolado, a decisão do TRE/SE será suspensa e a diplomação de Talyson ocorrerá normalmente e ele tomará posse e exercerá o seu mandato até que a última instancia (TSE/SE) se pronuncie”, disse o advogado.

Para ele, a decisão, além de caber recurso, tem pontos que favorecem a Talysson. “O Ministério Público Eleitoral pediu aplicação de multa. E só. Assim, vejo o direito de Talyson como muito bom”, avalia Fabiano.

Advogado de defesa de Talyson, Fabiano Feitosa


O advogado também afirma que os eleitores que fizeram de Talyson o mais votado para a Assembleia Legislativa (Alese) podem ficar certos de que o deputado assumirá suas funções.

“O caso diz respeito a uma suposta utilização de uma aparelhagem de som numa inauguração, que o Ministério Público entende como um benefício para o então candidato. Mas o próprio Ministério Público entende que, nesse caso, o máximo a ser feito é aplicar uma multa", terminou o advogado.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo