Justiça

Após alvará de soltura, advogado da mãe que foi presa suspeita de lesionar os filhos conversa com a nossa equipe

No dia de ontem, 30, a Justiça concedeu um alvará de soltura à mãe, de 29 anos. Mas o caso ainda não foi encerrado.
por Redação do Portal Itnet
31/10/2018 09:00h

O advogado da mulher de 29 anos, que foi presa em Itabaiana no mês de agosto suspeita de lesionar os três filhos para receber benefícios junto ao INSS, José Teixeira de Melo conversou agora a pouco com a nossa equipe. No dia de ontem, 30, a Justiça concedeu um alvará de soltura à sua cliente, por falta de provas até o momento.

 De acordo com o advogado, a Justiça decidiu pela soltura da sua cliente porque até o momento não há nada que comprove que ela foi responsável por causar a cegueira nos três filhos.

“O caso continua em fase de investigação judicial. Se for comprovada por parte da defesa a inexistência de provas, ela será totalmente absolvida. Se o Ministério Público mostrar que realmente há provas, ela será condenada”, disse.

Enquanto isso, mesmo em liberdade – ainda não definitiva – a mãe não pode estar em contato com os três filhos, estes estão com familiares.

De acordo com José Teixeira, quando esteve presa, no Presídio Feminino (Presfem), em Nossa Senhora do Socorro, ela ficou em uma cela separada, por medida de evitar que outras presas tentassem algo contra ela, já que o caso gerou muita repercussão e até mesmo comoção.

Ao final total das investigações, se a mãe for absolvida, ela poderá voltar a conviver com os seus três filhos. O advogado disse acreditar na inocência da sua cliente, já que as pessoas que conhecem a família relatam que ela é uma boa mãe, e sempre foi dedicada aos filhos.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo