Policial

PF prende duas pessoas suspeitas de tráfico de drogas, uso de documento falso e lavagem de dinheiro em Sergipe

Todos os detalhes da operação serão repassados em entrevista coletiva às 10hs de hoje, 13.
por Redação do Portal Itnet
13/11/2018 08:44h

Ontem, dia 12, a Polícia Federal desencadeou a OPERAÇÃO HÖGEL, que resultou na prisão em flagrante de duas pessoas envolvidas na prática de tráfico de drogas, associação para o tráfico, uso de documento falso e lavagem de dinheiro.

As investigações culminaram com o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão e com a prisão em flagrante do indivíduo que se identificava pela alcunha de “Enfermeiro”, juntamente com uma mulher que o acompanhava na empreitada criminosa, quando transportavam 72kg de cocaína escondidos em um cilindro de gás veicular.

Foto: Polícia Federal


Além disso, o preso portava documentos falsos e trazia consigo valores em espécie superiores a R$ 8.000,00. Com as buscas nos imóveis do investigado, foram apreendidos mais cerca de 40 kg de cocaína, aproximadamente R$ 5.000,00 em espécie, 4 máquinas para contagem de dinheiro e 6 veículos, além de outro cilindro com as mesmas características do que se encontrava no automóvel em que foi preso, indicando a realização de outros transportes de drogas.

Os envolvidos foram indiciados, na medida de suas responsabilidades, como incursos nos crimes dos arts. 33, caput e § 1º, inciso III, e 35, caput, c/c art. 40, I, da Lei nº 11.343/2006 (Lei Antidrogas); do art. 304 do Código Penal (Uso de Documento Falso);
e do art. 1º, caput, da Lei nº 9.613/1998 (Lavagem de Dinheiro).

A operação policial foi assim denominada em alusão ao enfermeiro alemão Nils Högel, que, contrariando a nobre profissão que exercia, ceifou deliberadamente a vida de inúmeros de seus pacientes, mal semelhante ao que o investigado, apelidado de
“Enfermeiro”, causaria com a volumosa distribuição de drogas que realizava.

Entrevista Coletiva:

Estatística atualizada, apresentação do material apreendido e outras informações sobre o caso serão fornecidas pelo DPF Alex Raniery, Delegado Regional de Combate ao Crime Organizado, na Entrevista Coletiva agendada para o dia de hoje (13/11/2018), às 10h, no Auditório desta Superintendência Regional de Polícia Federal, situado na Av. Augusto Franco, 2260, Siqueira Campos, nesta Capital.

Fonte: Ascom PF

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo