Cidade

Chuvas causam transtornos em vários pontos de Sergipe

Na capital, o volume é quatro vezes maior do que o esperado para o período, provocando pontos de alagamento na cidade.
por Redação do Portal Itnet
11/07/2019 11:26h

Os moradores do Largo da Aparecida, localizado no Bairro Jabotiana, na Zona Sul de Aracaju, amanheceram ilhados nesta quinta-feira, 10, por causa das fortes chuvas que caem em Sergipe desde a última segunda-feira, 08.

No mesmo bairro, como a maré estava alta, o canal que passa ao lado da igreja católica do Conjunto Sol Nascente transbordou e os moradores também não conseguem sair das casas.

Para tentar chegar ao trabalho, muita gente precisou passar pela água, correndo o risco de cair em buracos ou mesmo contrair algum tipo de doença. Cerca de 140 pessoas foram levadas ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), onde passaram à noite e recebem apoio da Prefeitura de Aracaju.

Os veículos maiores, como ônibus, conseguem passar. Alguns motoristas, que enfrentaram a água para tentar chegar ao trabalho, acabaram ficando ilhados. No conjunto, o posto policial também foi atingido e os veículos não tiveram condição de deixar o pátio.

Em 24 horas, choveu 84,6 milímetros e nas últimas 72 horas foram 231 milímetros. Eram eram esperados 200 milímetros de chuva para o mês de julho, isto em toda a região litorânea do estado. Na capital, o volume é quatro vezes maior do que o esperado para o período, provocando pontos de alagamento na cidade.

Estância

A Defesa Civil interditou a ponte do Rio Piauitinga e os comerciantes, que trabalham na região, foram orientados a deixar o local. No ano de 2009, a ponte ruiu, em razão da alta vazão, e foi reconstruída.

Nossa Senhora do Socorro

A Defesa Civil Municipal interditou uma estrada nos loteamentos Guajará e Beira Rio, no Conjunto Parque dos Faróis, em Nossa Senhora do Socorro. As águas do Rio Poxim subiram e entraram em mais de 20 casas. A altura chegou a 30 cm. As famílias estão temporariamente no Centro Social do conjunto.

Lagarto

Uma casa desabou e, em outras duas desabaram parcialmente. Até a noite de quarta-feira (11), uma família ficou desalojada.


Indiaroba

No município, 10 famílias foram retiradas de casas, algumas de taipa, que estavam em área com o risco de desabamento de um barranco. A Defesa Civil Estadual esteve no local na tarde desta quarta-feira (9), para realizar a avaliação de risco das moradias.

S.O.S.

Equipes da Defesa Civil Estadual e as coordenadorias municipais seguem em alerta. Emergências podem ser informadas pelo número 199 (Aracaju) e 193 (interior).

Fonte e foto: G1/SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo