Justiça

Justiça acata pedido do MP e determina prisão do homem suspeito de matar a companheira a marretadas

O caso ocorreu em Aracaju no mês de maio. Vitor Aragão já havia sido preso dias após o caso, mas foi posto em liberdade.
por Redação do Portal Itnet
22/07/2019 12:35h

A Justiça determinou hoje, 22, mais uma vez, a prisão preventiva de Vitor Aragão, suspeito de matar a própria companheira a marretadas no mês de maio, em Aracaju.

A determinação atende a um pedido do Ministério Público de Sergipe (MP), que reverte a decisão que teria posto o acusado em liberdade, no último dia 09 de julho.

Vitor foi denunciado por quatro situações qualificadoras: meio cruel, motivo torpe, e recurso que impossibilitou totalmente a defesa da vítima por ela estar dormindo e crime contra a mulher.

O suspeito já está preso na 1ª Delegacia Metropolitana de Aracaju e, de acordo com a Polícia Civil, deve ser encaminhado, em seguida, ao presídio. Cerca de 18 pessoas deverão prestar depoimento acerca do caso.

O CRIME:

Ana Paula Jesus dos Santos, de 26 anos foi morta a marretadas no dia 11 de maio na própria residência, onde ela vivia com Vitor. Ele relatou à polícia que houve um assalto e um dos indivíduos agrediu Ana Paula e também ele.

Depois disso, a polícia descartou a possibilidade do latrocínio e assalto na residência do casal. Cinco dias após o crime, Vitor foi preso preventivamente.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo