Política

MPF e PF investigam supostas candidaturas laranjas do MDB, PSDB e PSB em Sergipe

por Redação do Portal Itnet
25/07/2019 07:38h
Atualizado em 25/07/2019 07:45h

A Procuradoria Regional Eleitoral concluiu o Procedimento Preparatório Eleitoral que investiga supostas candidaturas laranjas de mulheres em Sergipe nas eleições de 2018.

Chamou a atenção o fato de que algumas candidatas receberam altos valores em suas campanhas e obtiveram número baixíssimo de votos.

A procuradora Eunice Dantas decidiu:

- Enviar cópia do PPE à Polícia Federal requisitando a instauração de inquérito policial para apurar eventual crime eleitoral; 

- Enviar cópia do PPE à Procuradoria-Geral Eleitoral para adoção de eventuais medidas que entender cabíveis; 

- E questionar o TRE/SE sobre qual foi o total de recursos provenientes do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha recebidos pelo Diretório Estadual do PSB para as eleições de 2018 e quanto foi o total deste montante (recursos provenientes do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha) que o Diretório Regional do PSB direcionou para candidaturas do sexo feminino.

MDB

Uma candidata do MDB disse que recebeu R$ 484,924,34 para a sua campanha eleitoral.

A Procuradoria disse ter encontrado fortes indícios de falsidade na apresentação das contas. A propaganda em geral da campanha apresentou gastos de R$ 418.505,00 com apenas duas aparições da candidata, uma no rádio e outra na TV. Não houve propaganda na internet.

Não apresentou notas fiscais para os gastos realizados com verba do Fundo Partidário.

PSDB

Uma candidata disse ter recebido R$ 80 mil do Fundo Partidário, mas apareceram R$ 188 mil na prestação de contas. A candidata a deputada estadual não soube explicar a diferença de valores.

Outra candidata disse ter recebido do partido R$ 80 mil, mas não soube explicar uma doação de R$ 100 mil que apareceu em suas contas. A quantia teria entrado em sua conta e depois retornado para o partido.

Uma terceira candidata também disse ter recebido R$ 80 mil do partido, mas desconhecia uma doação de pouco mais de R$ 100 mil que apareceu em sua prestação de contas.

PSB

Nas contas de três candidatas, a Procuradoria investigou o efetivo recebimento de 30% do Fundo Especial de Campanha Eleitoral.

A procuradora Eunice Dantas decidiu oficiar o Tribunal Regional Eleitoral para saber quanto o PSB recebeu e repassou para as candidatas.

Polícia Federal

A Polícia Federal investiga as supostas candidaturas laranjas.

Estão sendo investigadas pelo MPF e PF:

Marleide Cristina dos Santos (MDB), Ieda Suzana Walois Rodrigues Nascimento (PSDB), Alessandra Maia Vasconcelos Santos (PSDB), Vanessa Sotero da Silva (PSDB), Djane Montalvão da Luz (PSB), Jutailde Gomes Sá Barreto (PSB), Maria Izabel dos Santos Vieira (PSB).

Fonte: NE Notícias

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo