Policial

SSP diz que homem que morreu após reagir a abordagem da PM na capital era investigado por tráfico e homicídios

Ainda de acordo com a Secretaria, ele é considerado um dos maiores traficantes da região.
por Redação do Portal Itnet
03/10/2019 07:27h
Atualizado em 03/10/2019 07:31h

Na tarde da última quarta-feira, 02, policiais do Batalhão de Radiopatrulha abordaram um traficante identificado como Leonardo Reis da Silva, 31 anos, mais conhecido como “Leo Grandão".

Ele é considerado como um dos maiores traficantes do bairro Rosa Elze e América e conjunto Eduardo Gomes, em São Cristóvão.

O traficante estava sendo seguido pelos policiais militares e na altura no bairro Farolândia foi dada ordem de parada para que o condutor descesse do carro.

O policial militar se aproximou e verbalizou com o suspeito para que ele descesse do veículo, porém o suspeito ignorou a ordem e efetuou tiros em direção aos policiais.

Houve revide e o suspeito foi ferido e conduzido ao Hospital de Urgência de Sergipe. Porém, Leonardo não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Dentro do veículo foi localizada e apreendida uma arma de fogo, calibre .40, com a numeração raspada. Além de tráfico de drogas, o suspeito é investigado pelo crime de homicídio e já é velho conhecido das polícias.

Arma encontrada dentro do veículo


Léo Grandão é ex-presidiário e já era investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Departamento de Narcóticos (DENARC).

Fonte: SSP/SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo