Saúde e Ciência

Outubro Rosa: campanha do HU de Lagarto destaca importância da prevenção e detecção precoce do câncer de mama

A programação do HU prossegue ao longo de todo o mês.
por Redação do Portal Itnet
04/10/2019 08:40h
Atualizado em 04/10/2019 08:40h

Conscientizar e chamar a atenção para a importância da prevenção e detecção precoce do câncer de mama. Esse o propósito da campanha Outubro Rosa 2019 com parceria do Hospital de Amor, UFS, Secretaria Municipal de Saúde e Hospital Universitário de Lagarto (HUL-UFS/Ebserh).

A solenidade de abertura no HUL contou com a participação de representantes das instituições parceiras, profissionais de saúde, residentes e estudantes da UFS e unidade hospitalar.

A programação prossegue ao longo do mês, envolvendo missa na Matriz Nossa Senhora da Piedade, nesta sexta-feira, 4, às 19 horas; Caminhada-Outubro Rosa, na próxima segunda-feira, 7, com saída às 8 horas da Praça da Caixa D'Água, Centro; ações educativas nas UBS Posto do Leite (dia 8), Colônia 13 (dia 17) e Campo da Vila (dia 30), no horário das 19h30 às 21h30; ação educativa no Ambulatório de Especialidades do HUL (dia 9); e ação interna no HUL com feirão de saúde e Humanizarte (dia 23).

O outubro já é conhecido mundialmente como um mês marcado por ações afirmativas relacionadas à prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama.

O movimento Outubro Rosa é celebrado anualmente desde os anos 90, objetivando compartilhar informações sobre o câncer de mama e, mais recentemente, sobre o câncer do colo do útero.

"É motivo de alegria estarmos aqui para trabalharmos em conjunto neste mês na prevenção ao câncer de mama", ressaltou Mirna Ramalho, diretora do Hospital de Amor de Lagarto. Coordenador pedagógico da UFS e representando o Campus Lagarto, Luis Felipe lembrou da importância do Outubro Rosa. "É dentre as campanhas uma das mais famosas e importantes, pela capacidade de alerta, conscientização e prevenção que possui", disse.

Diretora do Núcleo de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde e representando o Município, Daniela Souza da Silva chamou a atenção para a importância da prevenção. "É a melhor forma de combater o câncer de mama e é este o objetivo do Outubro Rosa", enfatizou.  

O superintendente do HUL, professor Valter Santana, parabenizou os parceiros, profissionais e voluntários envolvidos na iniciativa.

"Que as nossas ações construídas e firmadas ao longo do tempo sejam cada vez mais traduzidas em melhoria no atendimento da população de Lagarto e região", observou. "Essa parceria tem como meta beneficiar a comunidade, o usuário", destacou, por sua vez, Camila Brandão, da Gerência de Ensino e Pesquisa do HUL. "Unindo forças conseguiremos resultados positivos", disse.

Um problema de saúde pública

O câncer de mama é um importante problema de saúde pública, desconsiderando o câncer de pele não melanoma é o de maior incidência em mulheres no Brasil e em todo o mundo, correspondendo a aproximadamente ¼ dos novos casos de câncer.

Estimativas realizadas para o biênio 2018-2019 apontaram uma incidência de 59.700 casos - em 2017 foi responsável por quase 17mil mortes. Somente em Sergipe são 550 novos casos entre 2018 e 2019, e em nossa capital, Aracaju, 240.

 Por ser uma doença multifatorial, possui diversas causas. Além da idade (acima dos 50 anos a incidência é mais elevada), os principais fatores de risco estão ligados a questões ambientais e comportamentais, história reprodutiva e hormonal e fatores genéticos/hereditários, sendo os últimos responsáveis por apenas 5-10% dos diagnósticos.

Cerca de 30% dos casos podem ser evitados com medidas simples, como prática de atividade física, alimentação saudável, manutenção do peso corporal dentro do IMC desejável, evitar consumo de bebidas alcoólicas, amamentar e evitar utilizar por muito tempo, sem interrupções, contraceptivos orais ou reposição hormonal.

O câncer de mama pode ser percebido pela presença de um nódulo (em 90% dos casos), por alteração da pele da mama, dos mamilos (formato e saída de líquidos anormais), e aparecimento de linfonodos infartados (ínguas) nas axilas e no pescoço.

É muito importante que a mulher observe suas mamas sempre, e caso apareça qualquer alteração, procurar a Unidade Básica de Saúde de referência.

 Principal método diagnóstico

 A mamografia é o principal método de diagnóstico utilizado no Brasil. O rastreamento populacional por mamografia é direcionado a mulheres entre 50-69 anos, mas isso não quer dizer que mulheres fora dessa faixa etária não possam realizar o exame.

Caso a mulher apresente qualquer queixa de alteração nas mamas, a mamografia diagnóstica pode ser solicitada e realizada a qualquer momento e em qualquer idade.

 Quando necessário, outros exames complementares também são feitos, como ultrassonografia das mamas e tomografia. Para confirmação do câncer realiza-se o exame histopatológico da lesão (biópsia de uma parte da mama com alteração).

 Acesso

 Realize acompanhamento em sua Unidade Básica de Saúde! E agende uma mamografia no Hospital de Amor, é rápido, de graça, funciona de 08:00 às 18:00h sem intervalo de almoço.

Ligue no (79) 3631-1040 ou no (79) 3631-2715 para maiores informações sobre a marcação do exame. Fique atenta, o câncer de mama possui chances aumentadas de cura o quanto antes for descoberto.

Divulgação HUL

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo