Cidade

Governo de Sergipe irá decretar situação de emergência em virtude da substância oleosa encontrada nas praias

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, deve chegar em Sergipe amanhã, 07, para verificar a situação
por Redação do Portal Itnet
06/10/2019 09:28h

Por determinação do governador Belivaldo Chagas, foi formado neste sábado, 05, um Gabinete de Crise para definir ações emergenciais em função dos últimos acontecimentos ambientais ocorridos no litoral sergipano.

Estiveram reunidos na sede da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade - SEDURBS, representantes do IBAMA, Marinha do Brasil, Secretária de Estado de Turismo, ADEMA, Defesa Civil Estadual, Prefeituras de Aracaju e Barra dos Coqueiros.

O Governo do Estado vem trabalhando na solução do problema desde o aparecimento das primeiras manchas de óleo no litoral sergipano, no último dia 24 de setembro.

Desde então, a Administração Estadual do Meio Ambiente, Adema, juntamente com outros órgãos ambientais parceiros, atuam na limpeza da areia e na coleta de amostras de água para testar a balneabilidade, além do envio de amostras para o laboratório da Marinha do Brasil, no Rio de Janeiro, que faz análises diárias das coletas dos locais afetados pelo óleo.

A preocupação é que situação vem se agravando com o aumento da quantidade de manchas aqui no estado, o que faz com que o Governo tenha que definir novas ações. 

Foram adotadas as seguintes medidas: Decretar situação de emergência na faixa litorânea dos municípios atingidos pelo derramamento de produto químico em ambiente marinho; recomendar a população a não utilização das praias, bem como a não retirada, por conta própria, de nenhuma substância, mesmo com o intuito de ajudar; Aguardar a visita do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que fará um sobrevoo no litoral de Sergipe, um dos estados mais atingidos pela substância oleosa, para saber as ações que serão tomadas pelo Governo Federal.

De acordo com o secretário da Sedurbs, Ubirajara Barreto, o empenho nessas ações deve ser de todos. “O Governo do Estado está buscando medidas que minimizem os danos ambientais causados no litoral do nosso estado. Manteremos a população informada”, explica.

O diretor da Defesa Civil Estadual, Cel. Alexandre José Silva, explica que a decretação da situação de emergência na faixa litorânea de Sergipe que foi atingida vai facilitar a contratação de novos serviços que possam ajudar na limpeza das praias e na contenção do produto ainda na água.

“A decretação da situação de emergência vai possibilitar a captação de recursos junto ao Governo Federal para que os serviços possam ser realizados nesse momento de crise”, informa. 

O diretor-presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos de Aracaju, Emsurb, José Roberto Dantas, garantiu que o trabalho de limpeza na areia das praias da capital vai continuar.

“Estamos reunindo esforços para ajudar na limpeza. A Prefeitura de Aracaju vai manter as equipes o serviço nas areias até que a situação seja resolvida”, finalizou.

Fonte: ASN

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo