Cidade

Policiais civis de Sergipe decidem paralisar atividades durante 24h na próxima sexta-feira, 18

Neste dia, a categoria estará reunida em frente ao DHPP, em Aracaju, a partir das 7h.
por Redação do Portal Itnet
16/10/2019 07:29h

Praça Fausto Cardoso lotada e policiais civis decididos a continuarem lutando pela aprovação do Projeto Oficial de Polícia Civil (OPC), documento que está pronto e aguarda encaminhamento do governador Belivaldo Chagas para aprovação na Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese).

Esse foi o cenário observado na terça-feira, 15, na Arena OPC, espaço organizado pelo Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE) para que policiais civis de Sergipe, de outros estados, representantes de diversas entidades sindicais, familiares e apoiadores estivessem reunidos no Ato de Alerta Geral do Sinpol/SE.

A ação sindical esteve concentrada na praça, onde diversas representações sindicais fizeram uso da palavra. Durante o ato, houve determinado momento que Adriano Bandeira, presidente do Sinpol/SE, entrou na Assembleia Legislativa e apresentou aos deputados estaduais presentes a proposta do Projeto OPC, que é um Projeto de Lei que busca reestruturação dos cargos da base da Polícia Civil em apenas um cargo, com as mesmas atribuições previstas na Lei Estadual nº 4.133/1999.

Nesse contexto, os agentes, escrivães e agentes auxiliares que integram a instituição receberão a nomenclatura de Oficial de Polícia Civil.

Após o momento na Assembleia, os policiais civis seguiram em uma caminhada até o prédio da Secretaria da Segurança Pública, onde foi realizado um momento simbólico entre os próprios policiais civis de agradecimento ao secretário da Segurança Pública, João Eloy de Menezes, pelo apoio no Projeto OPC.

"O Projeto OPC não traz custos adicionais ao Governo de Sergipe, é constitucional, não tem nada nele que trate de ocupar atribuições do cargo de delegado e busca otimizar os serviços nas delegacias dos 75 municípios do nosso estado. Estamos há quase um ano tentando não paralisar atividades nem prejudicar o atendimento à população, mas os policiais civis estão de fato no limite. Seguiremos na luta firmes, unidos e cientes de que o Projeto OPC é positivo e revolucionário. Nosso evento contou com representações sindicais de diversas partes do Brasil, pois compreendem a importância deste momento para a Polícia Civil e para o estado de Sergipe. Os policiais civis apenas aguardam que o governador cumpra com a palavra dada à categoria e encaminhe o projeto à Alese", destacou Adriano Bandeira, presidente do Sinpol/SE.

Deliberações da Assembleia

Durante o Ato de Alerta Geral, o Sinpol/SE realizou Assembleia Extraordinária da categoria e dois pontos foram deliberados coletivamente:

1) Os policiais civis decidiram paralisar as atividades durante 24h na próxima sexta-feira, 18, com ponto de concentração em frente ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) a partir das 7h.

2) Os policiais civis decidiram também deflagrar a Operação OPC Legal, que terá suas diretrizes definidas na Assembleia Extraordinária agendada para o próximo dia 24 de outubro, às 18h, em local que será divulgado em breve.

Divulgação Sinpol/SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo