Educação

Conselho Escolar do Murilo Braga rejeita possibilidade de ensino médio em tempo integral. Entenda

A ideia da Secretaria de Educação do Estado foi rejeitada pelo Conselho, por oito votos a seis.
por Redação do Portal Itnet
15/01/2020 07:49h

O Conselho do Colégio Estadual Murilo Braga (CEMB), maior colégio de Itabaiana rejeitou por oito votos a seis a imposição da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (SEDUC) em implantar a modalidade de Ensino Médio em Tempo Integral (onde os alunos passam praticamente todo o dia na escola) na unidade.

Na última segunda, 13, foi realizada uma reunião e professores e a equipe do CEMB apontou algumas situações que mostram que os alunos do colégio não se encaixam na modalidade.

Um dos pontos é que a maioria dos estudantes reside na zona rural e tem dificuldade com o transporte; outro é que no horário que não estão estudando, os alunos ajudam as famílias com alguma outra atividade.  

“Para nós, a decisão é uma vitória da autonomia escolar. Esperamos, que a SEDUC respeite o Conselho Escolar do Murilo Braga e não imponha a sua vontade de transformar a escola sem a aquiescência daqueles que estão no dia-a-dia da unidade de ensino”, afirmou a presidenta do SINTESE, professora Ivonete Cruz.

Com informações do Sintese.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo