Policial

Jovem que morreu em confronto hoje era investigado por homicídio ocorrido em janeiro do ano passado em Itabaiana

Segundo as investigações da Polícia Civil, Xurupita foi quem atirou em “Gago da Bica” e imagens mostram o momento que ele passa segurando uma arma de fogo.
por Redação do Portal Itnet
16/01/2020 19:52h
Atualizado em 16/01/2020 20:04h

O delegado Hilton Duarte detalhou na manhã de hoje,16, a operação que resultou na morte em confronto de Wanderson Santos de Jesus, conhecido como “Xurupita”. Ele é suspeito de praticar alguns crimes em Itabaiana, dentre eles, uma tentativa de latrocínio contra um PM e um homicídio.

Xurupita morreu em confronto com policiais civis de Itabaiana e do Cope hoje pela manhã, em Nossa Senhora do Socorro, na Grande Aracaju, após reagir à abordagem. Ele estava sendo procurado pela polícia.

De acordo com as investigações foi ele que matou Rodnei Barreto dos Santos, de 39 anos, conhecido por "Gago da Bica", no dia 04 de janeiro do ano passado, na Rua Coronel Sebrão.

Ainda segundo a polícia, Xurupita cometeu o crime como forma de vingar a morte de um parente ocorrida no dia anterior, 03 de janeiro (trata-se de José Jaílson Almeida da Silva, de 37 anos, morto na Rua Percílio Andrade).

Rodnei e Jaílson tinham uma desavença e por conta disso, Rodnei foi prestar depoimento, mas segundo o delegado Hilton Duarte, as investigações até o momento apontam que ele não foi o responsável pela morte de Jaílson, no caso, o parente de Xurupita.

Então, como se diz no popular, provavelmente Rodnei “morreu de graça”, sem ter nenhum envolvimento no crime do dia anterior. Imagens de câmeras de segurança registraram o momento que Xurupita passa com a arma de fogo no momento da morte Rodnei.

TENTATIVA DE LATROCÍNIO:

As investigações também apontam que Xurupita está envolvido na tentativa de latrocínio contra um policial militar.

O caso ocorreu no dia 09 de janeiro, no Loteamento Santa Mônica e resultou na morte de um comparsa de Xurupita, que não sabia que a vítima da tentativa de latrocínio era um policial, que estava à paisana. Desde então, Xurupita estava foragido.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo