Esporte

Federação e dirigentes dos clubes se reúnem para avaliar o retorno do Campeonato Sergipano da Série A1

Ficou definido que os clubes devem retornar às atividades no final de maio, desde que sejam cumpridos os protocolos de segurança.
por Redação do Portal Itnet
05/05/2020 08:54h

O retorno do futebol sergipano está mais próximo do que espera o torcedor sergipano. Na tarde desta segunda-feira, 04, o presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), Milton Dantas realizou uma reunião com representantes das quatro equipes que disputam a segunda fase do Sergipão.

A principal pauta foi a definição de um calendário para retorno da atividades dos clubes e a sequência do estadual.

A reunião aconteceu na sede da FSF e contou com os presidentes das equipes do Confiança (Hyago França), Itabaiana (Alberto Nogueira) e Sergipe (Ernan Sena). O Freipaulistano foi representado pelo supervisor do clube, David Willians.

No evento ficou definido que os clubes devem retornar às atividades no final de maio, desde que sejam cumpridos os protocolos de segurança, definidos pelas autoridades sanitárias, pela CBF e ainda de acordo com os decretos governamentais.

Durante a reunião, ficou definido que esses mesmos dirigentes terão nos próximos dias, uma reunião com o governador Belivaldo Chagas e com os prefeitos das cidades de Itabaiana e Frei Paulo, para solicitar essa liberação.

– Nosso objetivo era definir uma agenda para o retorno das atividades do futebol sergipano. Sugerimos que essa agenda fosse acertada com o retorno aos treinos no final de maio e o reinício do campeonato no dia 28 de junho, sem a presença do torcedor. Esse retorno às atividades contará com todas as medidas de segurança, seguindo os protocolos- oficiais informou Milton Dantas.

Segundo o presidente da FSF, alguns clubes em outros estados do Brasil já retornaram às atividades, mas todos seguindo o protocolo da entidade.

O protocolo médico de prevenção ao coronavírus da CBF não prevê data específica para o retorno, mas determina os cuidados mínimos para dar segurança a atletas e todos envolvidos em clubes e nos jogos.

Alguns dos pontos definidos no protocolo:

– Teste de coronavírus – Medição de temperatura – Treinos com grupos separados – Uso limitado de instalações do clube, com cozinha e vestiários fechados – Tratamento médico e fisioterapia com cuidados especiais – Corredor de segurança no local de treino – Contratação de empresas de desinfecção e descontaminação.

Fonte: FSF

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo