Cidade

Morte do cantor Gabriel Diniz completa um ano hoje. Polícia Federal continua inquérito que investiga o acidente aéreo

Além de GD, os pilotos Linaldo Xavier e Abraão Farias também faleceram na queda da aeronave.
por Redação do Portal Itnet
27/05/2020 12:04h
Atualizado em 27/05/2020 12:10h

Há um ano, o Brasil, e principalmente o Nordeste parou ao receber a notícia da morte do cantor Gabriel Diniz, o GD da música Jennifer. Ele morreu em uma região de mangue, no povoado Porto do Mato, em Estância, junto com os pilotos Linaldo Xavier e Abraão Farias, na queda de uma aeronave.

Desde então, a Polícia Federal iniciou uma investigação para apurar as possíveis causas do acidente aéreo. GD e os pilotos haviam saído de Feira de Santana, na Bahia e tinham como destino a capital alagoana, onde ele comemoraria o aniversário de sua noiva.

A aeronave pertencia ao Aeroclube de Alagoas, e inclusive os dois pilotos que estavam com o cantor eram diretores dele.

O aeroclube foi autuado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que concluiu que o táxi aéreo era ilegal, pois a aeronave estava registrada na categoria “instrução” e não poderia prestar serviço fora da sua finalidade, incluindo o transporte remunerado de pessoas.

Porém, o aeroclube apresentou defesa e afirmou que a apuração da Anac não diz respeito ao acidente aéreo, mas se o Aeroclube de Alagoas estaria ou não realizando táxi aéreo clandestino e que "não existe nenhum elemento ou indicação de que o acidente teria sido 'culpa' do aeroclube".

As investigações ainda continuam e a Polícia Federal aguarda alguns laudos periciais elaborados pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e pelo Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, que já foram requisitados, para fazer a conclusão do inquérito.

"Todas as diligências de campo foram realizadas oportunamente, todas as requisições de perícia também já foram materializadas num momento então que a gente foi noticiado acerca da queda. As oitivas já foram materializadas tanto no estado de Sergipe quanto no estado de Alagoas. E a gente só aguarda para a conclusão efetiva do feito, a conclusão dos laudos periciais... Assim que os laudos forem concluídos, a gente vai oportunamente avaliar a eventual responsabilidade criminal dos proprietários da aeronave", disse o delegado da PF em Sergipe, Márcio Alberto Gomes Silva, responsável pelo caso.

Mesmo após um ano, as lembranças dos três continuam vivas nas famílias. E os fãs de Gabriel Diniz ainda lembram momentos memoráveis na carreira do cantor, que faleceu quando estava em evidência e era presença certa em grandes eventos.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo