Nacional

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até o dia 30 de junho para todos os públicos das três fases

O Ministério da Saúde quer, com a prorrogação vacinar grande parte do público-alvo da campanha.
por Redação do Portal Itnet
02/06/2020 11:38h

A campanha de vacinação contra a gripe, que acabaria no dia 05 deste mês foi prorrogada e ocorrerá até 30 de junho, para todos os públicos das três fases.

De 77,7 milhões de pessoas que fazem parte dos públicos-prioritários, apenas 63,53% receberam a vacina. O Ministério da Saúde espera, com a prorrogação, alcançar mais 28,3 milhões de pessoas.

A terceira fase foi dividida em duas etapas; a primeira voltada para crianças de seis meses a menores de seis anos, pessoas com deficiência, gestantes e mulheres que tiveram filhos até 45 dias.

A segunda etapa tem como público-alvo, adultos, de 55 a 59 anos e professores de escolas públicas e privadas.

Vale lembrar que o público prioritário da primeira etapa que ainda não se vacinou pode também se vacinar até o dia 30, bem como os da segunda etapa.

Além disso, também devem se vacinar pessoas com mais de 60 anos, trabalhadores da área da saúde e segurança pública, doentes crônicos, pessoas privadas de liberdade, caminhoneiros e indígenas, que fazem parte do público-alvo das outras fases.

O ministério enfatiza que a vacina não tem eficácia contra o coronavírus, mas auxilia os profissionais de saúde a excluírem o diagnóstico da gripe, já que as duas enfermidades apresentam sintomas parecidos, permitindo chegar mais rapidamente à identificação do coronavírus.

Todos os cuidados devem ser tomados no deslocamento e dentro dos postos de saúde, neste período de pandemia. O uso de máscaras é obrigatório e é necessário higienizar as mãos sempre, com água e sabão ou álcool em gel.

Em Itabaiana a vacinação ocorre em todos os postos de saúde. Pessoas com deficiência física que tem alguma dificuldade de locomoção devem entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica, para que uma equipe vá até a residência, pelo número: 79 98862-4977.

É necessário levar o cartão de vacina, cartão do SUS, documento de identificação e documento que comprove que você se enquadra em um dos grupos prioritários.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo