Cidade

Vereadora Ivoni presta boletim de ocorrência relatando que foi impedida de entrar em escola onde funcionará hospital de campanha

Ela disse que foi à escola fiscalizar a implantação dos leitos de retaguarda e o vigilante a impediu de entrar.
por Redação do Portal Itnet
03/06/2020 08:40h

Na última segunda-feira, dia 1º de junho, a vereadora e presidente da Câmara de Vereadores de Itabaiana, Ivoni Lima de Andrade esteve na Delegacia Regional e registrou um boletim de ocorrência relatando que no mesmo dia foi impedida de entrar em escola onde funcionará um hospital de campanha.

Ivoni disse que foi até a Escola Municipal John Leno Cunha da Mota, situada no Bairro Porto fiscalizar a implantação de leitos de retaguarda para tratamento de pacientes com coronavírus, que está sendo feita pela gestão municipal na escola e que foi impedida de entrar no local pelo vigilante.

Segundo relato da vereadora no BO, ela acionou a Polícia Militar, que enviou três agentes que ficaram com ela no local por cerca de uma hora, mas ninguém abriu a porta da escola para que eles pudessem entrar.

“Lembrando à gestão Valmir de Francisquinho que os parlamentares não precisam pedir nem agendar horário para fiscalizar órgãos públicos. Este é o papel do Legislativo”, disse Ivoni.

Veja o boletim de ocorrência:

 

 

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo