Policial

Duas sequestradoras foragidas do RN são presas em Itabaiana, onde “trabalhavam” vendendo doce

A ficha criminal das mulheres é extensa e inclui outros crimes além de sequestros. Elas foram presas ontem, 11.
por Redação do Portal Itnet
12/06/2020 06:32h
Atualizado em 12/06/2020 06:41h

Policiais civis de Itabaiana e o Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) cumpriram na tarde desta quinta-feira, 11, dois mandados de prisão preventiva contra Orlandina Torres Carneiro, 41; e Antônia Berenice Damasceno Lima, 44. Elas estavam morando há mais de um ano em Itabaiana, onde vendiam doces.

Orlandina e Berenice.


A ação policial teve o acompanhamento e repasse de informações da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol). A ficha criminal de ambas é bastante extensa e, entre os crimes, está o de sequestro e roubos. As duas criminosas possuem diversas passagens pela polícia nos estados do Ceará e Rio Grande do Norte.

Uma delas, Orlandina Torres, era suplente de vereadora em Cratéus, no Ceará, quando participou do sequestro de um empresário há 12 anos. Na época, ela se candidatou e foi a terceira colocada em seu partido, o PSDB, tendo 688 votos. Antes, ela já tinha sido presa pela Polícia Federal em 2010, interceptada na BR-304.

Já Antônia Berenice Damasceno foi capturada no dia 19 de outubro de 2012 na cidade de Novo Oriente, interior do Ceará. No sequestro, Berenice foi chamada para cozinhar na casa que serviu como cativeiro para a quadrilha e aceitou a proposta.

O sequestro aconteceu em 2010 e teve como vítima um empresário no Rio Grande do Norte. Além desse crime, Orlandina já foi presa também por estelionato. Elas estão presas e à disposição da Justiça e serão reconduzidas ao Rio Grande do Norte para cumprimento da pena.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo