Cidade

Boletim confirma preocupação quanto ao isolamento social em Itabaiana, que pode chegar a 1.800 casos de coronavírus em 11 de julho

O número acumulado de notificações dobrou nos últimos 15 dias e, somente na última semana aumentou 35,3%.
por Redação do Portal Itnet
30/06/2020 07:39h

Ficou pronto na segunda-feira, 29, o Boletim nº 6, correspondente à 26ª Semana Epidemiológica de Itabaiana, confirmando o crescimento do número de casos e mortes decorrentes da Covid-19. O número acumulado de notificações dobrou nos últimos 15 dias e, somente na última semana, encerrada no dia 27, aumentou 35,3% em relação à semana anterior.

O maior número de infectados está na população economicamente ativa, o que aumenta a preocupação crescente dos profissionais da saúde quanto ao baixo índice de isolamento social no município. No município, o menor índice de isolamento registrado na última semana ocorreu no domingo, 21, quando apenas 31% da população cumpriu a regra sanitária.

VEJA AQUI OS DADOS ATUALIZADOS SOBRE OS CASOS DE CORONAVÍRUS EM ITABAIANA

“Itabaiana apresenta uma das menores taxas de letalidade de Sergipe. As taxas muito elevadas, apresentadas por alguns municípios, podem ser reflexo de um baixo número de testagem realizado. A testagem representa uma boa ferramenta a ser utilizada como medida de saúde pública e pode gerar informações importantes na tomada de decisão da gestão local”, informa o Boletim, que é coordenado pelo professor José Ronaldo Santos (DBCI).

Pela projeção logística, é esperado que no dia 11 de julho Itabaiana pode chegar a registrar entre 1.596 e 1.883 casos, caso o crescimento permaneça nas mesmas taxas.

Apesar da maior parte dos casos estar concentrada na zona urbana, a cada semana, novos povoados têm registrado notificações de Covid-19. O Centro de Itabaiana confirmou 300 casos, seguido dos bairros São Cristóvão, 88, Mamede Paes Mendonça, 81, e Serrano, 79. O povoado Carrilho já apresentava nove casos, seguido de Rio das Pedras, oito, e Pé do Veado, seis.

O Boletim Semanal Covid-19 é produzido pelos Programas de Pós-Graduação em Ciências Naturais (PPGCN) e Engenharia e Ciências Ambientais (PPGECIA), do Campus de Itabaiana, da UFS, com dados da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde.

Boletim número 06

Fonte: Portal UFS

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo