Policial

PM realiza prisões por roubo e porte ilegal de arma de fogo em São Domingos

As quatro pessoas envolvidas no caso foram encaminhados a delegacia para serem adotadas as medidas cabíveis.
por Redação do Portal Itnet
18/07/2020 16:17h
Atualizado em 18/07/2020 16:24h

Na noite do última sexta-feira,17, policiais militares que compõem a Primeira Companhia do 3•BPM receberam uma denúncia anônima dando conta de que elementos que haviam roubado três motocicletas no município de Simão Dias na manhã daquele mesmo dia, residiam no município de São Domingos nas proximidades da igreja católica matriz. A denúncia continha ainda filmagens do momento do assalto que foram minuciosamente assistidas pela equipe policial militar.

Com as imagens, um dos suspeitos foi reconhecido por se tratar do filho de uma moradora local que teve sua residência reformada por um programa televisivo de cadeia nacional confirmando, assim, com o endereço indicado na denúncia.

Imediatamente, a equipe foi até a residência indicada e, com a autorização da moradora adentrou e de logo foram encontrados os trajes usados pelos suspeitos no assalto. Solicitada a presença dos demais moradores, apresentaram-se o suspeito identificado como Bruno das Neves de 21 anos, a suspeita Letícia Gomes de 20 anos, a suspeita Thaislaine Neves de 23 anos e o suspeito Joelitton Souza de 18 anos, os mesmos, quando interpelados, entraram em diversas contradições, até que assumiram o cometimento do assalto indicando o local onde as duas motocicletas restantes, pois uma já havia sido recuperada à tarde, estavam escondidas, travessia do rio vaza barris no povoado olhos d’água, sendo elas uma Honda CG Fan 125, preta de paca IAL 8612 é uma Honda CG 150, vermelha de placa HZM 0071.

Ainda na residência, Thaislaine confirmou a existência da arma de fogo e que seu irmão, o suspeito Bruno. era o proprietário e um dos autores do assalto. Quando questionado, o seu irmão confessou que comprou a arma para se defender de uma pessoa de prenome Diógenes a qual foi assassinada meses antes e que a arma estava escondida em sua residência. A equipe foi até o local onde a suspeita Letícia apresentou um revólver calibre 32 com três munições.

Diante dos fatos o material apreendidos e as quatro pessoas envolvidas no caso foram encaminhados a delegacia para serem adotadas as medidas cabíveis.  

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo