Cidade

CARMÓPOLIS: Gaeco também realiza operação para apurar fraudes no município e afasta prefeito

A operação da PF tem como foco os contratos com verbas federais. A do GAECO contratos com verbas municipais ou estaduais.
por Redação do Portal Itnet
20/08/2020 07:33h
Atualizado em 20/08/2020 08:02h

O Gaeco do Ministério Público de Sergipe (MP/SE) deflagrou na manhã desta quinta, 20, uma operação, intitulada Pandemonium, no município de Carmópolis, a fim de apurar fraudes envolvendo a prefeitura. O prefeito do município, Beto Caju foi afastado do cargo, através de medida cautelar.

A operação investiga desvios e fraudes praticados em contratações de empresas baianas feitas pela prefeitura, pagas com recursos destinados ao combate do coronavírus.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão na prefeitura de Carmópolis, nas sedes das empresas contratadas e em residências dos investigados. Houve cumprimento de mandados em Novo Triunfo e Salvador, na Bahia e também na capital sergipana.

Além do prefeito, um secretário também foi afastado do cargo. O presidente da Câmara de Vereadores do município assume o comando da prefeitura.

A operação conta com o apoio operacional, na Bahia, do GAECO do MP/BA, da SSP/BA e da Polícia Civil (DIP, DEPIN e DRACO). Em Sergipe, das Polícias Civil e Militar, por meio do  DEOTAP, do CORE, COE e ACI/PMSE.

A Polícia Federal também deflagrou hoje uma operação para apurar fraudes envolvendo contratações feitas pela prefeitura.  As operações são distintas, mas houve integração entre ambas.

A operação da PF tem como foco os contratos com verbas federais. A do GAECO contratos com verbas municipais ou estaduais.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo