Cidade

181 e 190: quando devo acionar cada um dos contatos policiais? SSP orienta população

O 181 é o número de denúncia da Polícia Civil, e o 190, da Polícia Militar.
por Redação do Portal Itnet
15/09/2020 10:55h

A população sergipana tem dois importantes canais de contato com a polícia do estado, tanto a civil, como a militar. São eles: 181 e 190, respectivamente.

A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) orienta as pessoas sobre a diferença do acionamento dos dois números, que devem ser utilizados em situações diferentes.

QUANDO DEVO ACIONAR O 181?

Para fazer denúncias que são encaminhadas à Polícia Civil. Após isso são feitas investigações, que podem desencadear em operações, que resultam em prisões de suspeitos de tráfico de drogas e, até mesmo, a desarticulação de grupos criminosos.

“Por meio do 181, o cidadão narra situações de crimes que precisam ser averiguadas, como por exemplo o tráfico de drogas, ou até situações de relação privada, como maus-tratos de idosos, abusos de menores e violência doméstica. O cidadão pode narrar essas situações pelo 181, e a Polícia Civil vai analisar a situação, diligenciar e tomar as medidas cabíveis”, enfatiza a delegada Mayra Moinhos, da Dipol.

QUANDO DEVO ACIONAR O 190?

Para denunciar à Polícia Militar, crimes com potencial risco à vida, como por exemplo, uma tentativa, ou um homicídio, além de outras ocorrências que estão acontecendo naquele momento, como a violência doméstica e a perturbação do sossego.

“Na primeira pergunta, assim que o operador do Ciosp percebe que a pessoa pode estar correndo risco de vida, de imediato, já é passado para o despacho, que encaminha a viatura. A viatura sai com poucas informações, na primeira pergunta a viatura já está sendo enviada. As demais perguntas que faremos é para que tenhamos subsídios legais para que um possível suspeito possa ficar preso. Mas, na primeira pergunta, a viatura já está sendo enviada”, detalha o coronel Eduardo Brandão, do Ciosp.

Vale lembrar que em ambos os casos, as denúncias são anônimas e a polícia garante o sigilo absoluto.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo