Policial

PC elucida duplo homicídio contra pai e filho em Dores, prende suspeitos e procura por envolvidos que estão foragidos

O crime ocorreu no mês de julho deste ano e teve grande repercussão no município e região.
por Redação do Portal Itnet
16/09/2020 10:29h

A Polícia Civil de Nossa Senhora das Dores concluiu as investigações sobre um duplo homicídio ocorrido em 4 de julho deste ano, na cidade de Nossa Senhora das Dores. O crime que vitimou José Valter de Melo e Fábio Lopes de Melo, respectivamente pai e filho, teve grande repercussão no município e região.

Segundo a delegada Maria Zulnária, desde que a polícia tomou conhecimento do crime, ocorrido no sábado, 4 de julho, a equipe da delegacia de Nossa Senhora das Dores realiza diligências, iniciadas com os primeiros levantamentos ainda no local do crime. Após analisar as câmeras de segurança da prefeitura e de particulares, foi possível identificar o veículo utilizado pelos autores.

De posse das imagens, a polícia chegou ao proprietário do veículo, que foi identificado como Alexsandro dos Santos de Jesus. Ele foi ouvido e entrou em diversas contradições que possibilitaram representar por sua prisão preventiva, ocorrida em 18 de agosto de 2020.

Com a prisão de Alexsandro foi realizada a segunda fase das investigações com diligências, realizadas em Alagoas, que culminou com a prisão de José Deyvison Sabino da Silva, o qual confessou o crime e apontou Cícero Gomes da Silva, mais conhecido como "Cona", e Welson Jesúino dos Santos, conhecido como "Preto", como parceiros na prática delituosa.

Foragidos. Foto: SSP/SE


Ainda foi apurado que José Deyvison Sabino da Silva, conhecido como "Dan", e Welson foram quem deflagraram os tiros contra as vítimas, enquanto Cicero aguardava no carro em companhia de Alexsandro e Gildázio Gomes Moura, sendo que este último foi o responsável em apontar as vítimas e indicar o local onde estavam trabalhando. 

Com o desenvolvimento das investigações foi possível também identificar o mandante do homicídio, Eduardo Teixeira Pereira, que pagou aos executores a quantia de R$8.000,00 (oito mil reais) pela prática do duplo homicídio e hoje é considerado foragido, já que ninguém sabe informar do seu paradeiro.

Eduardo é o principal suspeito de um homicídio ocorrido em novembro de 2019, no Povoado Taboca, em Nossa Senhora das Dores, que teve como vítima Fabrício Lopes Melo, irmão de Fábio Lopes de Melo e filho de Valter Lopes de Melo.

O inquérito com referência à morte de Fabrício também foi concluído com o fim das investigações do duplo homicídio, já que ficou evidente a relação do primeiro homicídio com o duplo homicídio. E segundo consta nos autos a animosidade entre Eduardo e as vítimas iniciou-se por conta de uma suposta colisão ocorrida no início do ano de 2019.  

Toda a investigação contou com o apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol), a prisão de José Deyvison contou com o apoio da polícia civil do Estado de Alagoas.

Dos sete investigados, quatro foram presos, enquanto três estão foragidos: Eduardo, Welson e Cícero. Qualquer informação que leve à localização deles, pode ser repassada pelo 181 da Polícia Civil.

Fonte e fotos: SSP/SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo