Justiça

Policial suspeito de matar colega de farda em Monte Alegre ganha na Justiça a liberdade provisória

O crime ocorreu na noite do último sábado, 19, dentro de um veículo em uma rodovia estadual.
por Redação do Portal Itnet
21/09/2020 17:52h

A Justiça de Sergipe concedeu liberdade provisória ao sargento da Polícia Militar de Sergipe suspeito de ter assassinado a tiros o colega soldado Cristyano Rondynelli Gomes Melo, de 34 anos, na noite do último sábado, 19, em Monte Alegre, no Sertão de Sergipe.

Soldado Cristyano Rondynelli. Foto: PM/SE


O policial suspeito do crime foi preso em flagrante. No dia da ocorrência, nem ele, nem a vítima estavam de serviço.

O PM terá que cumprir as seguintes medidas cautelares:

-Comparecimento mensal em juízo;

-Proibição de ausentar da Comarca, se autorização judicial, por mais de 15 dias (ressalva a necessidade de internação hospitalar para tratamento de saúde);

-Recolhimento domiciliar no período noturno e nos dias de folga;

-Suspensão do exercício da função pública.

O CASO:

No dia do crime, o suspeito e a vítima estavam em uma confraternização e teriam se desentendido por algum motivo.

Ao deixarem o evento, em um carro, na rodovia estadual SE-230, o sargento teria efetuado disparos contra o soldado, que morreu dentro do veículo.

Ontem, 20, a Polícia Militar de Sergipe lamentou a morte de Rondynelli e disse em nota que “adotou todas as medidas preliminares com o rigor e a agilidade que a situação requer”.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo