Policial

Homem e mulher morrem em confronto com a polícia durante operação na capital

Ela possuía duas condenações por tráfico de entorpecentes e duas por porte ilegal de arma de fogo.
por Redação do Portal Itnet
24/09/2020 09:52h
Atualizado em 24/09/2020 10:52h

Na manhã desta quinta-feira, 24, duas pessoas morreram em confronto com a Polícia Civil na capital sergipana, durante a realização da Operação Xeque-Mate.

Foto: SSP/SE


A operação foi desencadeada pela Polícia Civil de Sergipe, através do Denarc, Cope e Dipol, com o objetivo de desarticular um grupo criminoso que atua na distribuição do entorpecente conhecido como maconha do tipo skunk, com custo estimado de R$ 15 mil/kg.

No total foram expedidos pela Justiça Sergipana, sete mandados de prisão e sete de busca e apreensão.

A ação policial está sendo realizada de forma simultânea em Alagoas e no Mato Grosso do Sul.

Na capital sergipana na manhã de hoje, no Conjunto Costa e Silva, Ladisson Marcel Santos Feitosa, de 18 anos e Marcia Fabiana de Souza Feitosa, de 38 anos entraram em confronto com os policiais, foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito.

Marcia possuía duas condenações por tráfico de entorpecentes e duas por porte ilegal de arma de fogo e de acordo com a polícia era a principal liderança da organização criminosa nas ruas e bastante conhecida pelo seu perfil violento, ao determinar e coordenar as execuções de traficantes rivais.

INVESTIGAÇÕES:

De acordo com a SSP, as investigações tiveram início em maio, depois que os investigadores verificaram um crescimento no tráfico de drogas desse tipo de entorpecente (Skunk) em solo sergipano.

O procedimento investigativo apontou o sergipano Mauro Sérgio de Souza Feitosa, mais conhecido como “Maurinho”, 35 anos, como o chefe da organização criminosa. Ele foi preso em Pernambuco e diante da sua periculosidade, a pedido os órgãos de inteligência de Sergipe e Pernambuco foi transferido para a Penitenciária Federal do Mato Grosso do Sul.

Os dois suspeitos que morreram em confronto na capital integram a associação criminosa comandada por Maurinho.

Confira aqui todos os detalhes da operação. 

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo